Copos de plástico: conhece as diferenças e os riscos de consumo?

Todos os artigos>Copos de plástico: conhece as diferenças e os riscos de consumo?

Copos de plástico: conhece as diferenças e os riscos de consumo?

Copos de plástico: conhece as diferenças e os riscos de consumo?

Copos de plástico é o nome genérico para recipientes feitos de diversos tipos de plástico. Entender a diferença entre eles é importante para saber como comprar o mais apropriado para o uso que lhe vai dar, não colocando em risco a saúde de quem o vai utilizar.

Existem vários tipos de plástico: uns mais rijos, outros mais finos e fáceis de amassar, outros transparentes, etc. Fabricado a partir de resinas derivadas do petróleo, o plástico pode ser moldado e trabalhado de várias formas sem se partir. Pertence ao grupo dos polímeros - moléculas muito grandes - com características especiais e variadas. Algumas das razões apontadas para o enorme sucesso do plástico são a sua leveza (o que facilita o transporte), o facto de ser maleável e não se estilhaçar quando parte.

Há plásticos que podem ser tóxicos e outros que não são reutilizáveis. Conheça as principais características dos plásticos mais consumidos pelos portugueses.

Poliestireno (PS): copos de plástico descartável.

É o material utilizado na maioria dos copos descartáveis. Para saber se um copo é de Poliestireno deve procurar pelo símbolo triangular que indica a sua reciclabilidade, com o número "6" dentro e as letras "PS" abaixo.

Modelo de copo de café em Poliestireno.

Entre as principais características estão a total reciclabilidade e a baixa resistência a solventes orgânicos, ao calor, a intempéries e à quebra do material (embora seja menos menos resistente à quebra do que o Polipropileno indicado mais à frente).

Este tipo de plástico é feito a partir do estireno, que é um composto tóxico. Vários estudos indicam que o estireno pode causar cancro quando presente em altas concentrações. Por este motivo não é recomendável utilizá-lo para servir líquidos quentes, pois uma vez em contacto com o calor, o plástico irá libertar substâncias tóxicas. Para sua segurança, utilize-o apenas para servir alimentos e bebidas frias.

Conheça vários tipos de copos de poliestireno.

Polipropileno (PP): copos de plástico transparente e mais resistente.

É considerado um dos plásticos mais seguros para a alimentação. Para saber se um copo é de polipropileno procure pelo símbolo triangular que indica a sua reciclabilidade, que tem inscrito no seu interior o número "5" e apresenta as letras PP em baixo.

Eco Copo Polipropileno PP Modelo de copo de Polipropileno - Ecocopo

É totalmente reciclável e, em comparação com o PS (Poliestireno), tem maior resistência à quebra por flexão ou fadiga, maior resistência química a solventes, boa resistência térmica e é transparente. Uma das suas particularidades é o efeito “dobradiça”: é possível fazer pequenas dobras com ele, como acontece com as caixas multiusos para transporte de alimentos, usadas em take-away.

Além de reciclável, ele não é tóxico.

Conheça exemplos de copo de Polipropileno para os mais diversos usos

Policarbonato: muito parecido com o vidro tanto na aparência como na reutilização.

Inquebráveis, reutilizáveis e ecológicos, os copos plástico em policarbonato são resistentes ao choque e a uma pressão de várias toneladas. O policarbonato é considerado “outros plásticos” por isso é identificado com um símbolo triangular que indica a sua reciclabilidade, com o número "7" dentro e a letra O abaixo.

Uma das grandes vantagens do policarbonato é a segurança que oferece, pois não deixa fragmentos nem provoca ferimentos quando partido, como acontece com os copos de vidro tradicionais.

Copo PC Policarbonato

Modelo de copo em Policarbonato

Além disso, ele é visualmente idêntico aos copos de vidro e brilhante como o cristal. O seu custo é 90% inferior ao vidro. É muito procurado por hotéis, bares, discotecas, restaurantes, parques de campismo, coletividades, hospitais, escolas e muitos outros pela sua beleza e segurança de uso.

Quando reciclado, o copo de policarbonato pode-se transformar noutro copo, o que reforça a sua alta capacidade de reutilização e resistência.

Podem ser colocados em micro-ondas, máquinas de lavar-loiça e congeladores uma vez que são extremamentes resistentes a altas e baixas temperaturas (-40º a 130ºC), respeitando as propriedades das bebidas, sem alterar o sabor e o cheiro. Este tipo de copo preserva o calor e a frescura dos alimentos por períodos mais longos do que os copos de vidro tradicionais.

Os copos de policarbonato são também personalizáveis, sendo possível adicionar o seu logotipo ou alterar o seu visual para valorizar a sua imagem de marca.

Conheça a variedade de usos do Policarbonato

PET: o plástico das garrafas de refrigerante que surgiu durante a Segunda Guerra Mundial.

O politereftalato de etileno, conhecido como PET, é um polímero da família dos poliésteres que se tornou muito popular ao ser utilizado no fabrico de garrafas de refrigerantes. A sua origem data de 1941 sendo utilizado no fabrico de fibras têxteis.

Foi durante a Segunda Guerra Mundial que se tornou popular, quando a produção de fibras de algodão foi um dos segmentos afetados, favorecendo assim a sua substituição pelo poliéster.

Copo PET

Modelo de copo PET

Além de copos de plástico, pratos e garrafas, o PET foi muito utilizado no fabrico de fitas de áudio (cassetes), fitas de vídeos e disquetes (a tira de filme castanho) e também em chapas de radiografias, substituindo o inflamável acetato de celulose.

Considerado um dos polímeros mais resistentes para fabricar embalagens, o PET apresenta grande resistência mecânica e química, é uma barreira contra gases e odores e caracteriza-se por ser transparente e brilhante. Por ser quase dez vezes mais leve que o vidro, tem um baixo custo de transporte, assim como de produção.

A variedade de usos do PET reciclado é enorme e encontra resultados desde desde o fabrico de roupas até materiais para a construção civil. 

CONHEÇA OS MODELOS DE COPOS PET

PS6, PP5, PET… Qual o significado destas siglas?

Os produtos de plástico apresentam sempre um código de identificação de 1 a 7, dentro de um triângulo de três setas e sob o mesmo uma abreviatura. Estas siglas indicam o tipo de plástico com o qual produto é fabricado. São utilizadas para auxiliar a sua separação durante o processo de reciclagem, visando reduzir o resíduo sólido urbano.

A rotatividade do plástico é imensa e, por isso, é importante apresentar na sua constituição o símbolo de identificação da resina de forma a facilitar a cadeia de reciclagem do plástico. Apesar do código internacional, ainda existe informação errada e confusa sobre os diferentes tipos de plástico prejudicando a cadeia de reciclagem.

Polipropileno (PP)

Poliestireno
(PS)

Policarbonato
(PC)

PET

Como identificar:

É reciclável?

Sim.

Sim.

Sim.

Sim.

É reutilizável?

Depende da gramagem.

Não.

Sim.

Não.

Recomendação de uso:

Qualquer tipo de alimento.

Líquidos frios, pois nos quentes liberta a substância química estireno.

Qualquer tipo de alimento
(-40º a 130ºC)

Alimentos frios.

Exemplos de uso:

Potes de manteiga

Tampas

Rótulos

Embalagem de Shampoo

Copos descartáveis

Pratos descartáveis

Copos de iogurte

Embalagens de ovos

Acolchoamentos

Copos personalizados

Pratos

Talheres

(substituindo copos e louças de vidro)

Garrafas de sumo, refrigerantes ou água.

Quando reciclado é usado para:

Caixas e cabos para baterias de carro

Vassouras

Escovas

Placas para isolamento térmico

Acessórios para escritório

Bandejas

Pode transforma-se em cartões de acesso ou ser reciclado noutros copos de policarbonato

Inúmeras aplicações desde roupas a materiais para a construção civil.